Ouça:

domingo, 9 de fevereiro de 2020

ABRAÇOS DA REGIÃO NORDESTE REALIZAM ENCONTRO NA BAHIA





O II Encontro das Abraços da Região Nordeste encerrou as atividades neste sábado (08/02) na capital baiana, culminando com a aprovação de um documento que destaca as principais reivindicações e assuntos discutidos durante o evento realizado em prol das comunitárias.

A Carta de Salvador (documento apresentado em anexo) será entregue aos governadores que compõem o Consórcio Nordeste.

CARTA DE SALVADOR

À governadora e aos governadores do Consórcio Nordeste

Senhora e senhores,

Nós, dirigentes das associações estaduais de rádios comunitárias da região Nordeste, filiadas à ABRAÇO Brasil (Associação Brasileira de Rádios Comunitárias), reunidos em Salvador, Bahia, nos dias 7 e 8 de fevereiro de 2020, dirigimo-nos a Vossas Excelências para expor e reivindicar o que segue:

1 Saudamos a iniciativa de criar o Consórcio Nordeste, articulação que reúne governadores e governadora do campo democrático-popular na formação de uma frente política progressista fundamental para enfrentar a onda conservadora e a ultradireita crescente em nosso país.

2 Em tempo, parabenizamos a produção e circulação do radiojornal “Giro Nordeste”, uma das formas de compartilhamento de conteúdo nas emissoras públicas para dar visibilidade midiática às gestões do Consórcio Nordeste e coesionar esse campo político com uma agenda propositiva.

3 No atual cenário político nacional, a chegada da ultradireita ao governo exige de todos nós democratas a unidade política e ação concreta para enfrentar o projeto conservador e todas as suas consequências.

4 O enfrentamento passa necessariamente pela comunicação como estratégia. Nesse contexto, só temos uma saída – a unidade e a ação programática na política e fundamentalmente na comunicação. Nessa grande tarefa, as rádios comunitárias têm potencial e força para colaborar na resistência e na construção de políticas democráticas de comunicação.

5 Como parte da comunicação pública, as rádios comunitárias irmanam-se a esta perspectiva de construção e fortalecimento do campo democrático-popular, apesar das adversidades e mesmo da falta de compreensão dos governos progressistas sobre a nossa força nas bases.

6 Em 2020 completam 22 anos da Lei de Radiodifusão Comunitária (nº 9.612), instituída em 1998, cujas consequências repercutem no cotidiano do funcionamento das rádios comunitárias em todo o Brasil.

7 Esta lei, em que pese a regulamentação do serviço de radiodifusão comunitária, tem uma série de limitações técnicas e de sustentabilidade para as rádios comunitárias, sendo objeto de questionamentos e contestação da ABRAÇO Brasil, com o objetivo de aperfeiçoar as condições de funcionamento das emissoras.

8 Atualmente tramitam no Congresso Nacional vários projetos de lei com o objetivo de modificar a Lei 9.612/98, com foco nos seguintes eixos: aumento da potência das rádios comunitárias, ampliação do número de canais, permissão para a veiculação de propaganda e publicidade do comércio, acesso à verba publicitária pública e isenção da cobrança de direitos autorais por parte do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição).

9 Já temos como referência concreta de apoio às rádios comunitárias a iniciativa do Governo do Rio Grande do Norte, liderado pela professora Fátima Bezerra, através da Fundação José Augusto, que criou uma linha de fomento às rádios comunitárias e movimentos culturais.

10 O exemplo do Rio Grande do Norte vai ao encontro da aspiração do movimento de rádios comunitárias como uma ação concreta de parceria e fortalecimento do campo democrático-popular na comunicação e desejamos que sirva de inspiração a todos os governadores do Nordeste, seja através de projetos de lei ou de editais, bem como outras iniciativas similares.

11 O Consórcio Nordeste, como já mencionamos, é uma iniciativa da qual nós, ABRAÇO Brasil e ABRAÇOs do Nordeste, comungamos e queremos ser participantes. Nesse sentido, apresentamos as seguintes reivindicações:

- Que os governadores do Nordeste abram diálogo com as ABRAÇOs da região e ABRAÇO Brasil para a formulação e execução de ações conjuntas de comunicação, inclusive a retransmissão do radiojornal “Giro Nordeste”;

- Que os governadores do Consórcio Nordeste mobilizem as suas bancadas em nível federal para votar favoravelmente aos projetos de lei sobre rádios comunitárias que tramitam na Câmara e no Senado, quais sejam:

Projeto de Lei sobre aumento da potência e ampliação do número de canais;

Projeto de Lei sobre a permissão para a veiculação de propaganda e publicidade do comércio local;

Projeto de Lei sobre a isenção da cobrança do ECAD;

Projeto de Lei sobre o acesso às verbas publicitárias públicas pelas rádios comunitárias;

- Que os governadores do Consórcio Nordeste articulem junto às Assembleias Legislativas a apresentação de projetos de lei com o objetivo de financiar, apoiar e estimular o funcionamento das rádios comunitárias, criando legislação estadual específica de fomento à comunicação comunitária, popular, alternativa e independente;

- Que os governadores do Consórcio Nordeste invistam concretamente na capacitação para a comunicação pública não estatal, dialogando com as ABRAÇOs da região e ABRAÇO Brasil sobre a implantação de cursos de formação para os radialistas de emissoras comunitárias nas Escolas de Governo e nas secretarias de Comunicação, Cultura e Educação;

- Que os governadores do Consórcio Nordeste, em sintonia com a ABRAÇO Brasil e as ABRAÇOs no Nordeste, firmem convênio para a veiculação do programa “Giro Nordeste” nas emissoras comunitárias na região;

- Que na próxima reunião oficial do Consórcio Nordeste a ABRAÇO Brasil e as ABRAÇOs do Nordeste tenham assento para apresentar publicamente esta Carta de Salvador.

12 Quanto aos projetos referentes às Assembleias Legislativas, frisamos que já existem iniciativas nesse sentido aprovadas no município de São Paulo e no Distrito Federal e em tramitação da Comissão de Constituição e Justiça no parlamento da Bahia, sendo fundamental que esse estado, cujo governador é presidente do Consórcio Nordeste, sirva de exemplo aos demais estados parceiros;

13 Consideramos os projetos de lei estaduais de fomento e financiamento das rádios comunitárias ações concretas para fortalecer o campo democrático-popular no eixo da comunicação. Com essas proposições, nos colocamos à disposição para um diálogo propositivo e de resultados concretos em prol da resistência democrática no Brasil.

Salvador, Bahia, 8 de fevereiro de 2020

ABRAÇO Brasil

ABRAÇO Maranhão

ABRAÇO Piauí

ABRAÇO Rio Grande do Norte

ABRAÇO Paraíba

ABRAÇO Pernambuco

ABRAÇO Alagoas

ABRAÇO Sergipe

ABRAÇO Bahia

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA NOVA TURMA DO PROJETO DE EXTENSÃO - CAPACITAÇÃO PARA RADIALISTAS COMUNITÁRIOS

O Centro Universitário Estácio de São Luís e a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária Secção Maranhão (Abraço-MA) comunicam que já iniciaram as inscrições da Turma 2020.1 do curso de Capacitação para Radialistas Comunitários.

Esta será a nona edição do projeto que deve provavelmente registrar grande procura como nas turmas passadas, pois as vagas são limitadas. O curso é gratuito e trata-se de um Projeto de Extensão da Estácio. A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Maranhão (Abraço-MA) é parceira do projeto, sendo a entidade responsável pela triagem dos interessados.

Dessa vez, os alunos do curso vão poder participar de visitas às rádios comunitárias parceiras da Abraço-MA.

Entre os assuntos a serem abordados no curso, estão:

Breve histórico do rádio / Noções de como funciona o rádio / Modulações / Tipos de rádio / Legislação radiofônica / Funções e atribuições da rádio comunitária / Técnicas de texto radiofônico / Técnicas de locução / Técnicas de entrada ao vivo / Organização de uma emissora / Organização de cobertura radiofônica / Radiojornalismo / Produção de boletins e matérias / Produção de entrevista e postura do entrevistador / Produção de campanhas para rádio / Produtos radiofônicos / Mídias sociais no rádio / O rádio digital.

As aulas acontecem em sábados alternados, das 8h às 12h, nas dependências do Centro Universitário Estácio de São Luís (Diamante), e vão obedecer ao seguinte cronograma:

14.03.20 – Aula inaugural

28.03.20 – Aula 2

18.04.20 – Aula 3

25.04.20 – Visita à Rádio 1 (a ser definida)

16.05.20 – Aula 4

06.06.20 – Aula 5

20.06.20 – Visita à Rádio 2 (a ser definida)

04.07.20 – Encerramento

Para se inscrever, o radialistas comunitário deve enviar um e-mail para abracomaranhao@gmail.com, com as seguintes informações:

- Nome completo;

- Emissora;

- Município;

- Número da carteira de identidade;

- E-mail;

- Celular (WhatsApp).

sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

NOTA DE PESAR

É com pesar que comunicamos o falecimento de Terezinha Ferreira Araújo, mãe do jornalista e professor Ed Wilson Ferreira Araújo, atual coordenador estadual da Abraço-MA.
Dona Terezinha faleceu nesta quinta (30/01), após ficar internada na UTI do Procardio, em São Luís.
Ao lamentar a perda da mãe do nosso amigo, nos solidarizamos à família e amigos de Dona Terezinha expressando as nossas condolências e o nosso mais sincero sentimento neste momento de dor, pedindo a Deus que conforte a todos.

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Curso gratuito para radialistas de emissoras comunitárias está com inscrições abertas

Começa neste próximo sábado, 24 de agosto, a oitava turma do Curso de Capacitação para Radialistas Comunitários. 

O curso é gratuito e trata-se de um Projeto de Extensão da Faculdade Estácio de Sá. A Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária no Maranhão (Abraço-MA) é parceira do projeto, que tem o objetivo de oferecer capacitação para melhorar o desempenho dos radialistas de emissoras comunitárias.

Assim como nas edições anteriores, foram oferecidas 20 vagas. Como ainda restam poucas vagas, as inscrições foram prorrogadas até amanhã.

Para se inscrever basta enviar um e-mail para abracomaranhao@gmail.com e repassar as seguintes informações:

- nome completo

- emissora

- município

- número da carteira de identidade

- e-mail

- fone celular/WhatsApp


As aulas serão ministradas pelo radialista e professor Paulo Pellegrini, da Estácio de Sá. 

A carga horária é de 30 horas/aula. Ao longo do curso serão ministrados os seguintes conteúdos:

– Breve histórico do rádio / Noções de como funciona o rádio / Modulações / Tipos de rádio / Legislação radiofônica / Funções e atribuições da rádio comunitária / Técnicas de texto radiofônico / Técnicas de locução / Técnicas de entrada ao vivo / Organização de uma emissora / Organização de cobertura radiofônica / Radiojornalismo / Produção de boletins e matérias / Produção de entrevista e postura do entrevistador / Produção de campanhas para rádio / Produtos radiofônicos.

Serão 8 encontros presenciais de agosto a novembro/2019, em sábados alternados, das 8h às 12h, na sede da Estácio de Sá, no Canto da Fabril, em São Luís. A sala de aula é localizada no 2º piso.

Segue abaixo a relação dos inscritos até o momento:

1-Isaías Gomes Costa

2-Danilo Ramos Santos

3-Deidra Ramos Nogueira

4-José Jorge Soares

5-Carlos Augusto Ferreira da Silva

6-Carlos Magno Sousa Santos

7-Valdecy Rocha Serra

8-Gilberlandia Araújo Tavares

9-Geovana Ingrid Garcia

10-Luana Sousa Santos

11-Wesley Rodrigues

12-Ângela Cristina Pereira Brito

13-Jeovane dos Santos Ribeiro

14-Emerson Barbosa Corrêa

15-Juliany Figueredo Oliveira

16-Neiliana Vaucerly Gatinho

17-Delcy Torres

sábado, 10 de agosto de 2019

Estácio e Abraço oferecem capacitação para rádios comunitárias

Uma nova oportunidade para radialistas comunitários do Maranhão! 

Já estão abertas as inscrições do Curso de Capacitação para Radialistas Comunitários 2019.2.

O curso é uma parceria entre a Faculdade Estácio e a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço) no Maranhão.

Todo o curso é gratuito. Trata-se de um Projeto de Extensão da Faculdade Estácio.

As aulas acontecerão em 8 (oito) encontros presenciais de agosto a novembro/19, aos sábados, das 8h às 12h, em sábados alternados.

O início será dia 24 de agosto de 2019, na Faculdade Estácio (Diamante), em São Luís.

Inscrições

Para fazer a sua inscrição entre em contato com o diretor da Abraço Maranhão, Marcio Calvet, no fone e Whats App (98) 98124-6827.

domingo, 28 de julho de 2019

Abraço Maranhão: nota de pesar pela morte do radialista Celso Costa




A Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço) no Maranhão lamenta a perda do estimado radialista e companheiro de lutas pela democracia na comunicação, Afonso Celso Costa, de 52 anos, que faleceu na tarde de sábado (27), vítima de infarto. 

Celso Costa era diretor geral da rádio comunitária Portal dos Lençóis FM e foi também conselheiro tutelar na cidade de Apicum-Açu, no litoral ocidental do Maranhão.



Celso Costa, ao centro, com a equipe da rádio Portal dos Lençóis, durante o I Encontro da Abraço Maranhão na Região da Floresta dos Guarás.

Além de atuar como radialista e gestor da emissora Portal dos Lençóis, Celso Costa era uma liderança atuante no movimento de rádios comunitárias, se destacando nas ações em prol do fortalecimento da Abraço Maranhão. 

Como radialista e cidadão, estava sempre atento e vigilante sobre a função social do comunicador, fiscalizando e cobrando os gestores públicos e as autoridades em geral. 

A Abraço Maranhão perde um grande combatente, na cidade de Apicum-Açu silencia uma voz importante no rádio e os familiares e amigos de Celso Costa ficam na saudade diante da ausência precoce de um homem solidário, companheiro e querido. 
Celso Costa visitando a rádio web Tambor, parceira da Abraço Maranhão

Nós, da Abraço Maranhão, lamentamos profundamente a passagem de Celso Costa e nos solidarizamos com a sua família, amigos e ouvintes da rádio comunitária Portal dos Lençóis FM. 

Desejamos que o seu exemplo de vida e a prática de radialista sirvam de inspiração para outros comunicadores e comunicadoras comprometidos com os bons princípios.


Fonte: Ed Wilson

sexta-feira, 22 de março de 2019

Radialista de emissora comunitária é assassinado no interior de Pernambuco

Claudemir Nunes Silva foi alvejado por arma de fogo ao sair da Rádio Comunitária São Domingos FM, município de Santa Cruz do Capibaribe, na região agreste de Pernambuco.

Ele apresentava programas dos gêneros policial, humorístico e musical.

A Abraço (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária) divulgou nota de pesar sobre o episódio.

NOTA DE PESAR

Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço Brasil) vem por meio desta nota manifestar junto à sociedade e às mais de 5 mil emissoras comunitárias repúdio pela violência que vitimou o Radialista Claudemir Nunes Silva, 42 anos, assassinado nesta quinta-feira, dia 21 de março de 2019, quando saia da Rádio Comunitária São Domingos FM, município de Santa Cruz do Capibaribe, agreste de Pernambuco.

O aumento da violência praticada contra profissionais e veículos de comunicação social representa uma grave e intolerável ameaça à sociedade e a liberdade de expressão e democratização da comunicação que a cada dia está ameaçada.

Justiça por Claudemir Nunes, companheiro de luta. Usemos nossos microfones para clamar por justiça, paz e liberdade para comunicar.

Solidariedade aos familiares e amigos pernambucanos.

Geremias dos Santos e diretoria da Abraço-Brasil

Veja mais informações aqui

Imagem capturada neste site